Normas

4º COLÓQUIO UNIVAG DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

 

TEMA: CONVENIÊNCIA E QUALIDADE NAS PROPOSTAS METODOLÓGICAS PARA A EAD.

 

Chamada para participantes.

Resumo:

As práticas de comunicação contemporâneas têm-se ampliado com o uso das tecnologias digitais com base na conexão e, ao longo do tempo – e não apenas a partir da Internet, o aprendizado efetiva-se como o maior foco das propostas de cursos que utilizam tais recursos. Vale lembrar que o conjunto de recursos empregados pelos sistemas de aprendizado sofre modificações constantes e os espaços educacionais tendem a se ajustar às realidades sociais. Essa tendência evolutiva é acompanhada por todos os envolvidos nos processos educacionais: um professor em atividade nos anos cinquenta do século 20, por exemplo, lidava com bases epistemológicas diferentes, construídas conforme o contexto da época.

A qualificação docente certamente requer o uso das tecnologias disponíveis para a execução das atividades didático-pedagógicas, e quanto mais ajustadas às práticas sociais, melhor. Em razão das dinâmicas do mercado de trabalho, hoje, muitas pessoas que desejam se atualizar – ou ampliar suas qualificações, encontram na falta de tempo uma barreira para prosseguir estudando. O interessante é que a maior parte dessas pessoas utiliza regularmente seus equipamentos tecnológicos para realizações em seu cotidiano, seja a comunicação, a troca de arquivos ou o acesso a sistemas para transações financeiras.

Nesse sentido, uma alternativa para auxiliar na realização desses desejos é a modalidade de educação à distância, pois a EAD permite conciliar a agenda, favorecendo o uso do tempo para investimentos na qualificação. Imaginemos: as pessoas utilizam os recursos digitais disponíveis para diversas conexões e atividades, operando com naturalidade aplicativos e ambientes web. Lêem, assistem, aprendem caminhos, ouvem informações de toda natureza e interagem. Além disso, hoje o tráfego nos sites e aplicativos livres (como o Khan Academy ORG) registra muitos acessos aos conteúdos de, por exemplo, fundamentos de matemática e matemática para o ensino fundamental; a menor parte destes acessos é demandada pelos docentes e a maior participação é livre, ou seja: a qualidade dos conteúdos somada à conveniência do acesso para estudos movimenta espontaneamente quem quer aprenderem direção aos conteúdos.

Fato é que, hoje, as plataformas digitais (web e aplicativos) facilitam a vida das pessoas, pois estas estão contextualizadas ao uso destes recursos para outras atividades, o que incrementa necessidades diferentes também para o ensino. A conveniência aliada à qualidade das propostas pedagógicas, especialmente no ensino superior – espaço formativo em que agendas sem tempo são a maioria -, torna-se alternativa interessante para a realização dos desejos que comentamos. Parece-nos evidente que a qualidade que se espera da proposta pedagógica está atrelada à facilidade e à segurança no acesso e uso, mas é no processo de interação com o professor mediador na plataforma que o aprendizado é qualificado.

O conteúdo organizado no AVA e conduzido por um professor confere aos alunos a flexibilidade e a autonomia (muito valorizadas nas dinâmicas contemporâneas), construindo alternativas viáveis para os estudos. É neste sentido que discutiremos no 4º Colóquio Univag de Educação à Distância algumas alternativas de qualidade e conveniência, especialmente visíveis nas demandas sociais por propostas de educação integradas, suficientes e ampliadas pela praticidade do on-line com a troca de experiências pelo AVA, tanto em sua organização geral (de conteúdos, atividades e outras normatizações do MEC), quanto nos momentos de atendimento em que a conectividade dá vazão ao trabalho mais individualizado e com o foco nas necessidades do perfil do discente.

 

Organização do 4º Colóquio Univag de Educação à Distância

Serão aceitas inscrições para expositores/debatedores e ouvintes, conforme informações na página do site univagcoloquioead.com.br Todos os inscritos receberão certificados de participação, sejam expositores/debatedores ou ouvintes. Para alunos da graduação o certificado contará como horas para Atividades Complementares.

 

Realização:

O 4º Colóquio promovido pelo CDEaD ocorrerá dia 08/06/2019, sábado, das 08h30min às 12h30min, Auditório Bloco B, no Centro Universitário de Várzea Grande – UNIVAG.

Público:

Voltado a pesquisadores, professores, alunos e interessados no assunto, a iniciativa do Univag terá inscrições gratuitas. O período para fazer a inscrição no site do 4º Colóquio será do dia 29/03/2019 ao dia 31/05/2019.

Ao acessar o site univagcoloquioead.com.br os interessados precisarão preencher o formulário para inscrição informando seus dados nos campos determinados. A inserção correta das informações solicitadas servirá para a emissão das listas de presença e dos certificados.

Tanto interessados em assistir quanto em expor deverão se inscrever pela página oficial do 4º Colóquio Univag de Educação à distância. São três as possibilidades para a participação:

I – Participante ouvinte: os interessados em assistir aos trabalhos das 2 mesas informarão no site os dados de seu perfil e e-mail de contato, visando facilitar o processo de certificação digital e comunicação sobre os temas a serem discutidos. Inscrição até 07/06/2019 ou até o limite das vagas.

II – Participante colaborador: interessados em submeter resumo ou resenha para a publicação nos anais do evento, sem a obrigatoriedade de apresentação/exposição oral. Inscrição até 31/05/2019.

III – Participante expositor: os interessados em expor seus resumos expandidos e/ou artigos numa das mesas temáticas do 4º Colóquio deverão informar todos os dados solicitados no site e, após, seguir as orientações do parecerista. A comunicação com os participantes expositores será realizada exclusivamente por e-mail e o processo de aceitação e desenvolvimento utilizará um drive nas nuvens. Inscrição até 31/05/2019.

Apresentamos as informações para colaboradores e expositores, em síntese:

  1. O título do trabalho proposto, com até 15 palavras, tamanho 14, Fonte Arial, negrito, centralizado, letra maiúscula;
  2. Sobre a coautoria: serão aceitos trabalhos com até quatro proponentes, um autor e seus coautores, alinhar texto à direita, iniciar com o SOBRENOME maiúsculo, após o PRÉNOME do autor, inserir nota de rodapé, informar “Titulação, Instituição, endereço do currículo Lattes, Cidade/UF, e-mail”. A exposição do trabalho aceito será realizada pelo autor, sendo obrigatória a presença dos outros autores que tiveram o nome no artigo.
  3. O RESUMO deve conter no máximo 350 palavras, incluindo as palavras-chave. O título do trabalho deverá conter no máximo 15 palavras. O texto do resumo e do trabalho deverá ser redigido em português. O resumo deverá apresentar o(s) objetivo(s) e a metodologia utilizada, expondo o assunto conforme um dos temas de discussão das mesas. O trabalho completo deverá ser digitado no Word para Windows, em fonte Arial, tamanho 12, espaço simples,  alinhamento justificado, margens e composição e, obrigatoriamente, seguir as normas da ABNT. Recomenda-se utilizar este arquivo como modelo
  4. Palavras-chave: seguir a ABNT, com até 5, separadas por ponto;
  5. Corpo do texto do trabalho completo deverá ser digitado no Word para Windows, em fonte Arial, tamanho 12, espaço 1,5 alinhamento justificado, o trabalho deverá apresentar em sua introdução a discussão pretendida, ou seja, à qual Mesa pretende-se inscrever, o objetivo ou objetivos do trabalho e seu desenvolvimento, bem como as referências bibliográficas. Ao todo, espera-se que o trabalho encaminhado apresente discussão pontual e objetiva, desenvolvido entre 8 e 15 páginas. Margens e composição e, obrigatoriamente, seguir as normas da ABNT. Recomenda-se utilizar o arquivo modelo (template) disponibilizado no site.
  6. Sobre as referências:

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

FAZENDA, Ivani C. Arantes. Interdisciplinaridade: um projeto em parceria. 6. ed. São Paulo: Loyola, 2007.

  1. Os inscritos para exposição/arguição de suas ideias/trabalhos receberão arquivos adicionais para a continuidade. Serão modelos (template) para: 1) envio do texto completo (Word) e 2) para a apresentação (pptx). O uso dos arquivos será local.

Geral: a publicação dos arquivos na página do site ocorrerá na finalização dos trabalhos de leitura pelos pares, interlocução com os autores e finalização para o evento. Todos os trabalhos aceitos serão publicados nos anais do 4º Colóquio Univag de Educação à Distância.

 

Programação:

A programação da quarta edição do Colóquio Univag de Educação à distância terá duas mesas temáticas com arguição dos pesquisadores e profissionais cujos trabalhos forem aceitos.

As mesas serão formadas por até 4 debatedores, sendo um professor moderador do Univag, responsável pela temática. Os três participantes expositores/debatedores serão os três melhores pontuados e, por isso, escolhidos dentre os trabalhos inscritos. Estes participantes apresentarão suas óticas, experiências e desafios, conforme os temas das mesas. As exposições das propostas selecionadas utilizarão projeção (PPT) com arguição de até 15 minutos, com atuação do mediador. Ao final das apresentações os debatedores terão 15 minutos totais para considerações e questionamentos entre si. Após, a mediação da mesa abrirá espaço para perguntas do público presente.

Os artigos encaminhados e expostos durante o 4º Colóquio serão tratados conforme a política editorial da Harmonia Editora para futura publicação (com ISBN).

 

Apresentação do 4º Colóquio EAD

Compreendemos a partir da síntese introdutória desta versão do Colóquio Univag que a contextualização de saberes ganha incremento exponencial com o uso das tecnologias digitais. Podemos considerar que as alternativas disponíveis hoje podem suprir situações em que o uso do tempo (livre; de deslocamento para ir à aula) é um impeditivo para algumas pessoas. Outro aspecto da discussão proposta é uso social de diferentes recursos tecnológicos – como os equipamentos inteligentes que suportam aplicativos que provêm o acesso conveniente às plataformas de ensino, em propostas de cursos com qualidade formativa.

Dessa forma, o Quarto Colóquio UNIVAG de Educação à Distância visará algumas discussões sobre a conveniência e a qualidade das propostas dos cursos à distância. Discutimos no evento anterior a qualificação docente para atuar na EAD – práticas e metodologias – e, neste 4º Colóquio Univag de Educação à Distância, avançaremos nos estudos sobre:

08h45min às 09h00min Abertura

Temas das mesas:

1 – CONVENIÊNCIA, INTERAÇÃO E DIALOGISMO NAS APLICAÇÕES PARA A EAD.

09h00min às 10h30min Mesa 1 – Mediador: Professor Allan Kozlakowski

I – Autoria exógena, dialogismo, criatividade e realidade: contexto contemporâneo da docência no ensino superior e uso de técnicas de mediação em plataformas virtuais de aprendizagem.

II – Conveniência, proximidade didática, portabilidade e aplicativos na estruturação de cursos: implementações metodológicas nos aplicativos AVA para interações aproximadas às possibilidades e usos característicos das redes sociais.

2 – TECNOLOGIAS E PLANO DAS ATIVIDADES: ASPECTOS TÉCNICOS E IDEATIVOS NO TRABALHO DOCENTE

10h45min às 12h15 Mesa 2 – Mediadora: Professora Dolores Garcia

Os temas da segunda mesa de discussões:

I – Estratégias para a qualidade dos materiais na EAD: competências sociais do professor usuário dos recursos digitais, utilizadas nas práticas docentes que incluem o uso das tecnologias (aspectos didáticos, metodológicos e/ou avaliativos);

II – Ampliação das competências docentes para a geração de materiais: ideias e processos no planejamento e redação/proposta nos planos dos conteúdos das aulas para suprir diferentes necessidades/velocidades de aprendizado.

12h30min às 13h Encerramento

Os certificados serão enviados para os endereços de e-mail cadastrados no processo de inscrição, após a verificação da presença em lista nominal assinada, organizada pelos profissionais do CDEaD durante o evento.